domingo, agosto 03, 2008

Álaber:

Aqui estou eu, sentadinha no mapple (acho linda, esta palavra), "de fronte" para o meu Sony Vaio COR-DE-ROSA, novinho em folha, a testar todas as suas funcionalidades e aproveitei para reler o meu blog. Admito que já me ri, já quase que chorei mas, acima de tudo, revi-me (e ti também, Cuarlota). Dei por mim pensar no que já passamos juntas em quase 3 anos, as voltas e reviravoltas que as nossas vidas já deram, o que já começamos, o que acabamos, o que deixamos a meio... as pessoas que já surgiram nas nossas vidas, através destes textos (alguns estúpidos, outros profundos), o que já partilhamos aqui, o que já partilharam connosco. E, não deixa de ser interessante na medida em que, ao reler me vou confrontando com mudanças em mim, na minha forma de estar, de agir, de pensar.
Quando disse que este blog era quase um psicólogo on-line não estava, de todo, errada porque, tal como falavamos no outro dia, quando escrevemos, de uma forma ou de outra, estamos a deitar cá para fora, ainda que por vezes de forma subentendida. A própria banda sonora que faz parte do "esquizofrenices" é um reflexo do que sentiamos naquele momento, do que queriamos exorcizar, transmitir, etc.. E relê-lo, leva-me as momentos únicos. Uns felizes, outros nem por isso mas que, são partes de mim, de ti, das nossas vidas. E não deixa de ser giro. E até complexo...

:)

4 comentários:

carlota disse...

prontes e é isto!

carlota disse...

só uma correcçãozinha: este blog NÃO é só teu, óbistes!

AnaCS disse...

sim, querida... podes dizer essas coisas que eu não me chateio... :)

carlota disse...

é? é? vais ver!