quinta-feira, agosto 03, 2006

Os meus porquês!

Porque é que as pessoas quando estão mal nos procuram e quando estão bem nem um arzinho da sua graça? Porque é que as pessoas têm a mania de fazer de outros autênticas sanitas, chegam, despejam a merda e vão-se embora para depois voltarem, e irem, até se curarem desse desarranjo intestinal? Porque é que eu sempre tive muitos porquês? Aliás, porque é que para mim tem de haver tantos porquês? Porque é que eu analiso tudo o que acontece e muitas vezes não vejo as pessoas como as estou a ver e penso que as pessoas não são o que dizem? Porque é que por vezes me sinto com disposição de sexta-feira, se não é sexta-feira e nem tenho razões para me sentir sexta-feira? Porque é que não sinto que a minha vida esteja a progredir a não ser, claro, a PDI? Porque é que não quero morrer, se afinal os dias são sempre iguais, durante o dia trabalho a contar as horas para chegar ao final do dia, à noite entretenho-me com o mesmo de sempre para no dia seguinte voltar a fazer o mesmo. Porque é que as pessoas dizem que adoram viver quando a maioria apenas existe? Porque é que nos contentamos com tão pouco? Porque é que existem os ricos e os pobres? Porque é que uns têm as regalias todas e outros nenhumas? Porque é que fechamos os olhos a muitas injustiças e não mexemos um dedo para mudar o que nos fere? Porque é que já não penso em mudar o mundo? Porque é que as pessoas não têm princípios, não se respeitam, será que um dia vou ficar igual? Talvez as pessoas se tornem egoístas por causa das desilusões, porque se lhes fizeram vão fazer pagar em dobro, há a frase conhecida: a vingança serve-se em prato frio, mas porque é que tem de haver vingança, se quem nos faz mal não é mais do que um frustrado qualquer que na maioria das vezes queria ter algo que nós temos. Porque é que deixamos de fazer as coisas que gostamos? Porque é que existe gente que se julga o supra-sumo e que nos olha como se fossemos transparentes, aí se vê o quanto ainda têm de aprender. Porque é que os trintões gostam das mulheres de 20 anos e os quarentões das de 30? Será que os cinquentões gostam das quarentonas, and so on? Não me parece. Porque é que o do outro é sempre melhor que o nosso? Tantos porquês!!!

Não, não estou doidinha, apenas me apeteceu questionar tudo num dia sem respostas...

2 comentários:

nufinhas disse...

pois querida amiga... pois...

gatosecaes disse...

ai, deprimi....